quarta-feira, 18 de maio de 2016

ÉS O MEU JARDINEIRO


ÉS O MEU JARDINEIRO

Abro o meu coração para imaginar-te
Nos meus sonhos, nas minhas fantasias
Quero pensar que esta noite estou nos teus
Braços em que tu estás ausente meu amor
Sinto a tua essência a queimar-me dramaticamente
Os meus ouvidos, sinto o cheiro do teu corpo
Quero pensar em ti como uma doce poesia
Respirar-te nos meus braços desnudando-te lentamente
Amarrando os nossos desejos num intenso nó
Numa respiração poética em que estás nu e és meu
Nós os dois estamos a navegar de desejos
Sentindo a maré cheia, na terra dos campos de trigo
Tu és o jardineiro que semeias no meu jardim
Nos sulcos do meu coração repletos de sonhos
Beijos que o vento trás sobre as asas do beija flor
Tu amor, só tu és a razão, a minha vida
A minha alma está iluminada pelo fogo dos teus olhos
E queima totalmente a minha essência feminina.
╭✿
Isabel Morais Ribeiro Fonseca