terça-feira, 31 de maio de 2016

RECOMEÇO


RECOMEÇO

Deixa-me viver
Nos silêncios
Nos abraços
Nos anjos
Nos beijos
No corpo que fala
No terço que guardo
Na oração da mente
Na palavra que chora
Na reza à vida
No respirar
No abraço ao vento
No escrever
No precisar das vírgulas
No sobreviver
Na passagem das palavras
No tatuar da alma
Nas lágrimas de orvalho
Na prisão sem idade
Na esperança do recomeço
Na vida vivida em amor.

♡.¸ ¸.☆¸.♡.¸ ¸.☆.¸ ¸.♡.¸¸.☆

Isabel Morais Ribeiro Fonseca