sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Quando




Quando eu morrer
Veste o meu corpo
De poesia numa mortalha
Enfeitada de flores.
” 


                                                                                   

sábado, 23 de setembro de 2017

Ernesto Cortazar_ Adoro No Se Tu Contigo Aprendi ����Outono ��





AMOR ♥

Quando
As árvores
Se despirem
E
As folhas
Cairem
Sem pudor
Neste outono
Sentirei
A minha alma
Voar
Pela serra
E
A minha sombra
Será
Uma loba
Na nudez
Dos ramos
Despidos.



➹⁀* • ❥ ❤ இڿڰۣ¸♥¸➹⁀* •



Amor
Desata
Todos os nós
Do meu corpo
Para que eu possa
Amar-te
Com a liberdade
Que o meu corpo
Deseja.


➹⁀* • ❥ ❤ இڿڰۣ¸♥¸➹⁀* •



A minha alma
Repousa
Nos ramos
Despidos
Sem pudor
No teu corpo
Na árvore
Plantada
Deste
Nosso Outono.



💌
➹⁀* • ❥ ✌❤ இڿڰۣ¸♥¸➹⁀* •

💕🌿🌸🌿🌸🌿💕🌸🌿💕

Isabel Morais Ribeiro Fonseca