quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

"SOMOS"

 "SOMOS"

Somos, somos apenas duas almas perdidas
Perdidas num mundo cruel e desumano
Muitas vezes capazes ou incapazes
De distinguir entre céu ou inferno.
Entre a dor e o desalento
Abraço de aço, de esperança.
Máscara de ferro, sorriso de alegria
Campo verde, jardim florido.
Cinzas quentes dos fantasmas.
Cobertos dor e desamor
Somos apenas duas almas perdidas
Sentidas e afogadas nadando num aquário
Pequeno e profundo à espera para sermos salvos
Ano após ano, com os mesmos medos...mágoas
Dores, desamores, desilusões que encontramos e perdemos.
Nos velhos lugares que passamos e recordamos...
Somos duas almas perdidas...perdidas sem corpo..sem mente

Isabel Morais Ribeiro Fonseca