quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

"MATAR A DOR"

 "MATAR A DOR"

Para matar a dor
O sofrimento
Finjo que não a sinto
Que não a vejo
Parece um tempo
Lento e venenoso
Mata-me aos poucos
O corpo, a alma
Infinito a cada minuto
Suplica e finge
Ruídos da noite
Sombras sussurradas.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca