domingo, 30 de março de 2014

"OCEANO"

  "OCEANO"

Barco afundado no oceano
Do nosso absinto
Alfazema perfumadas nos montes da infância
Rosas belas cheias de espinhos ferem o corpo
Escarpas feridas.
Banhando-se de sangue
Camélias com aroma do nosso outono longo
Alecrim cheiroso
Selvagem como a nossa alma.
Lírios de todas as cores.
Trazem a saudade esquecida
Papoilas nos campos
Cheios de trigo, centeio ou cevada.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca